Buscar
  • Ju Vieira

Como escolher suas primeiras tatuagens



Sabe aquela dúvida que surge quando estamos escolhendo um desenho para tatuar? Aquele friozinho na barriga, o medo de cometer um erro gigante por ter escolhido mal?



Um sentimento suuper normal para quem está começando, mas para dar uma tranquilizada nos nervos, vamos dar umas dicas sobre o que fazer e o que não fazer, para ter a melhor escolha.







Antes de sair tatuando o nome dos filhos da vizinha, símbolos do infinito, dedicatória para mãe e pai, é preciso dominar essas técnicas. A escrita é uma das tatuagens mais complicadas para se fazer, em uma letra não encontramos margem paro o erro, se a letra é um A, precisamos deixar claro que é um A, qualquer erro pequeno, vira um episódio trágico.

Não é raro os casos de pessoas que pedem para cobrir tatuagens com escritas, além da deformidade nas letras, encontramos traços que estouram com o tempo, escritas tortas e o pior, com a frase errada.


Além de treinar bastante letras, tem outros pontos importantes para evitar quando for para a pele:


Na hora da escolha das agulhas, deixar de lado as 3RL, 5RL, até 7RL já é uma ótima alternativa.

Escolher as que tem maior numeração te protege de erros simples, mas que frustram demais.


Para ter um resultado positivo com agulhas finas, é preciso ter confiança no seu traço, firmeza nas mãos e consciência do trabalho que irá realizar e isso você vai ter com tempo e experiência. Por isso, busque agulhas 9RL, 11RL e treine bastante, aos poucos com sua evolução e com o entendimento das diferenças de agulha, você vai poder se arriscar em numerações menores.


Outro erro que é super comum nos iniciantes é a escolha de desenhos que demandem uma certa experiência, como linhas retas, desenhos minimalistas, círculos perfeitos ou tatuagens que precisem de simetria como rostos.




Quem nunca viu uma tatuagem de Katrina mal feita?

Quando começamos, surge pessoas se oferecendo para todo tipo de tatuagem, pode ter certeza que algo do tipo Katrina vai aparecer, por isso é preciso conter a ansiedade, a vontade de tatuar e lembrar que vai ficar marcado na pele dessa pessoa para sempre.


Agora você pode estar se perguntando:

"Mas então, não podemos escolher tatuagens com linhas retas, círculos, escritas ou rostos, vamos tatuar o que?"

Desenhos que tenham margem para o erro!!!!

E o que isso significa?

Significa, escolher desenhos que você possa errar sem que a tatuagem fique totalmente diferente do que o cliente pediu. Aqueles com que você tenha familiaridade, que conheça cada ponto do desenho e para isso você pode fazer e refazer várias vezes antes de passar para a tela, treinando em peles sintéticas, assim você vai conhecer as linhas onde você terá mais firmeza e nos pontos que precisará de uma atenção redobrada.


Aqui estão alguns exemplos de desenhos simples e com uma grande margem para o erro, que você pode usar agulhas mais grossas e quem sabe fazer pequenos detalhes com mais finas, para começar a brincar com elas.









Desenhos ornamentais, que retratem a natureza é uma escolha muito boa, pois podemos usar formas diferentes e alguns errinhos pequenos não irá transforar a tatuagem.


Espero que a sua escolha seja sábia e que você arrase nela! Respira fundo, contenha o nervosismo que vai dar tudo certo!🙌👌



Ju Vieira.



Posts recentes

Ver tudo